back

Se tem dúvidas sobre o Painel Serológico Nacional COVID-19, encontre aqui as respostas que poderão ajudar a esclarecê-lo/a.

Por que é que não foram abrangidos neste estudo todos os municípios do país?

O objetivo do estudo consiste em estimar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19. Neste âmbito, foi considerada uma amostra da população que abrange 12.000 voluntários, em 102 municípios.


Quem poderá esclarecer questões científicas relacionadas com os procedimentos do estudo?

Para questões científicas relacionadas com o estudo deve enviar um e-mail para serologia@medicina.ulisboa.pt.


Qual a idade mínima permitida para a participação no estudo?

Não há. A participação no estudo não está dependente da idade dos voluntários.


Qual a idade máxima permitida para a participação no estudo?

Não há. A participação no estudo não está dependente da idade dos voluntários.

O que é o município? É a minha cidade?

O município é o seu concelho de residência.

Quando serão disponibilizados os resultados deste estudo?

Os resultados estarão disponíveis a partir do final de Outubro e serão divulgados ao público neste website.


Quem está a conduzir este estudo?

Este estudo é promovido pelo iMM (Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes), com o financiamento da Sociedade Francisco Manuel dos Santos e do Grupo Jerónimo Martins. Os laboratórios Germano de Sousa são parceiros neste estudo na medida em que são laboratórios certificados para fazer a colheita de sangue e a análise serológica.


Qual é o objetivo do estudo?

O objetivo do estudo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência desta infecção na população, por região e grupo etário.


Como se desenvolve o Painel Serológico Nacional?

O Painel Serológico iniciou-se com a fase de recrutamento de voluntários para realização do teste. Após ser efectuada a colheita das 12.000 amostras, os dados serão analisados estatisticamente e, a partir do final de Outubro, os resultados serão divulgados.


Quanto tempo dura a imunidade à COVID-19?

A comunidade científica está ainda a realizar estudos que permitam dar resposta a esta questão.


Em que se diferencia este estudo e qual a sua importância?

Os testes serológicos permitem estimar a percentagem de indivíduos que foram expostos ao vírus, quer tenham tido ou não sintomas da COVID-19, monitorizando a resposta imunitária do organismo através da deteção de anticorpos contra o vírus, a partir de uma amostra de sangue periférico. Atualmente, a evidência sobre a taxa de seropositividade (desenvolvimento de anticorpos específicos) contra o SARS-CoV-2, na população Portuguesa, é escassa. Deste modo, a informação sobre a frequência de seropositivos na população Portuguesa assume relevância imediata.

O objetivo principal deste estudo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência da infeção no país. Para isso, foi testada uma amostra de dimensão alargada (12.000 indivíduos voluntários), cumprindo com uma estratificação proporcional da população Portuguesa.

Os resultados da colheita e os meus dados pessoais serão partilhados com outras pessoas/entidades?

Apenas o iMM e os laboratórios Germano de Sousa terão acesso aos dados pessoais e estes serão sempre tratados de forma confidencial e utilizados exclusivamente para fins relacionados com o estudo. O tratamento de dados pela CTI, parceira no projecto, é feito assegurando o anonimato dos participantes através de um sistema de codificação. As restantes entidades envolvidas no projecto não terão acesso aos dados pessoais dos voluntários.


Os meus dados vão ficar guardados com a minha identificação?

Os dados recolhidos serão tratados assegurando o anonimato dos participantes, através de um sistema de codificação.


Gostaria de apresentar algumas questões sobre a protecção e/ou a privacidade dos meus dados pessoais. Como devo proceder? A quem me devo dirigir?

Para esclarecer qualquer assunto relacionado com a proteção e/ou a privacidade dos seus dados pessoais poderá enviar um e-mail para imm-legal@medicina.ulisboa.pt.

Quanto tempo demoram os resultados do teste a ser divulgados?

Os resultados individuais serão disponibilizados a cada voluntário num período de até três dias após a realização do teste.


Se não receber os resultados como devo proceder?

Deverá contactar o laboratório Germano de Sousa onde realizou a colheita.

O que são testes serológicos para a COVID-19?

Testes que detetam anticorpos (IgA, IgM e/ou IgG) produzidos pelo organismo como resposta à infeção pelo vírus SARS-CoV-2.


Em que é que este teste é diferente de outros testes serológicos?

Não é diferente. Este teste serológico faz parte de um estudo cujo objetivo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência da infeção no país.


O resultado do teste é 100% fiável?

O teste serológico é, à data, o teste que mede, da forma mais fiável, a presença dos anticorpos que combatem a infeção de SARS-CoV-2. A sensibilidade clínica do teste serológico IgM e IgG, quando usado em combinação, é de 98,5% e a especificidade clínica é de 98,7%.


Se eu estava infetado no momento da recolha, o teste deteta-o?

Se estiver infetado no momento da colheita de sangue, o teste poderá não detetar anticorpos se tiver iniciado o quadro infecioso há poucos dias, uma vez que a produção de anticorpos começa entre o sexto e oitavo dia da infeção, na maior parte dos casos. Deverá sempre contatar a linha Saúde SNS 24 caso tenha sintomas compatíveis com a COVID-19.


Os postos de colheita Germano de Sousa são certificados? Os técnicos que procedem à colheita de sangue e análise dos resultados têm formação necessária?

Sim, os posto de colheitas são certificados. A equipa envolvida neste estudo é constituída por um vasto grupo de técnicos qualificados para a função.


Os testes serológicos utilizados são certificados?

Sim, os testes serológicos efetuados no Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa estão devidamente certificados pela Comissão Europeia e pelo Infarmed.